Universo da Espiritualidade
xMudras para a saúdeMudras Para Atrair RiquezaMudras de ProteçãoMudras Conexão Divina
xManual de MudrasBotânica Medicinal e místicaProsperidade Através dos MantrA Natureza Contra a DepressãoLOJA
xPaz de EspíritoMeditação de Cura
xMantras de CuraMantras para a ProsperidadeMantras para Meditação
xTerapias HolísticasTerapias ChinesasEFTTécnica KarunaReiki
xCuraProteçãoPerdãoProsperidade
xSímbolos de ProteçãoSímbolos de CuraSímbolos de Prosperidade
xBotânica OcultaBotânica Medicinal
xCorpo mente e alma
xTerapias dos Chakras
Chakras>Terapias dos Chakras> CHAKRAS E NADIS: 72.000 CANAIS ENERGÉTICOS QUE PERMEIAM NOSSO CORPO

CHAKRAS E NADIS: 72.000 CANAIS ENERGÉTICOS QUE PERMEIAM NOSSO CORPO

 

Quando viajamos por nosso corpo compreendemos um pouco da maravilhosa e fantástica criação que somos. Existem ciências muito antigas que conhecem mapas internos de nosso corpo, o mais fantástico Universo que nos mantêm vivos

 

 

Convido-os a conhecer um pouco mais sobre os Chakras e Nadis:

 

 

 

 

A ciência da qual estão embasados sobre os conhecimentos dos Chakras e Nadis foi construída a partir de vivências subjetivas e experiências, principalmente intuitivas dos grandes sábios e meditadores indianos. Ao trabalhar com a profunda percepção do corpo, eles constataram a presença de fluxos, que foram associados às funções orgânicas.

 


O que flui pelo corpo é extremamente suave, percebido somente através da meditação. Esta é a fantástica “fisiologia sutil”. Essas energias sutis foram classificadas pelos indianos em várias categorias denominados vayus (ventos), onde cada energia é responsável por uma função orgânica específica.

 

 

 

 

 

Os canais por onde fluem os vayus (ventos) são chamados de Nadis, que totalizam 72.000 canais pelo corpo.

 

 

As três nadis principais são: ída, píngala e sushumna. Ida conecta-se com a narina esquerda, energia lunar, feminina iniciando seu trajeto serpenteando a coluna descendo até o muladhara chackra. Píngala conecta-se com a narina direita, energia solar, ativa e masculina e percorre o trajeto cruzando com a energia Ida. Sushumna sobe pelo eixo central da coluna, e estes três canais se entrecruzam em vários pontos.

 

 

 

Os pontos onde há cruzamento destas três energias são denominados Chakras. Somam sete centros principais e localizam-se ao longo da coluna, verticalmente, no corpo energético. Cada Chakra contém um mantra (som meditativo), uma cor, uma divindade protetora, uma forma geométrica e uma função. São eles, (os principais) detalhados na ordem de baixo para cima:

 

 

 

Muladhara chakra: Cria significado na “Proteção, Suporte, e Preservação”. Conhecido popularmente como chakra básico, localiza-se nos órgãos genitais e na pélvis; relacionam-se à sexualidade de preservação e governa o sistema reprodutor. Aspectos que são trabalhados neste nível é a sobrevivência, alimento, segurança, busca da realização e agregação de valores.

 

 

 

Swadhisthana chakra: Esta energia faz flutuar em busca de nossa essência a qual significa “Morada do Ser”, fundamento de Si. Conhecido também como chakra esplênico ou umbilical. Localizado na lombar e abaixo do umbigo, relaciona-se com as glândulas supra-renais, rege o sistema circulatório, rins, bexiga e coluna vertebral. Responsável pelas energias da paixão, da sensualidade, da criatividade.

 

 

 

Manipura chakra: Tem um lindo significado:  “Cidade das Pedras Preciosas”, ou plexo solar. Localizado acima do umbigo, rege todo sistema digestivo, fígado, vesícula, pâncreas, estômago e também sistema nervoso. Responsável pelo poder pessoal e individualidade.

 

 

 

Anahata chakra: Representa a “Supremacia, a Veracidade”, é também conhecido como chakra cardíaco. Situa-se no tórax, e conecta-se com a glândula timo, tornando-se responsável pelo sistema imunológico. Aspectos a serem trabalhados neste nível são a compaixão, o amor incondicional, a verdade e o perdão.

 

 

 

Vishudha chakra: Tem sua descrição como “Centro da pureza”,  também chamado de laríngeo. Está relacionado com inspiração, a comunicação e a forma de expressar-se no mundo. Localiza-se na garganta e rege a glândula tiróide. Responsável pela comunicação interna e externa e o esclarecimento que conduz a consciência.

 

 

 

Ájña chakra: É referenciado com o centro de “Conhecimento e Discernimento”. Localiza-se entre as sobrancelhas e relaciona-se com a glândula pituitária. Conhecido como “terceiro olho ou chakra frontal”. Onde se processa os estados intuitivos, a conexão com a consciência e a capacidade de não julgamento.

 

 

 

Saháshara chakra: Tem sua representação na profundidade das “mil pétalas”. Localiza-se no alto da cabeça e é chamado de coronário. É a porta da espiritualidade, do (Samadhi), da iluminação, do reconhecimento divino em todos os seres. Espiritualidade plena, e transcendência do ser, são funções preciosas deste Chakra.

 

Namastê!

Equipe Universo da Espiritualidade

Fontes Pesquisadas:  www.espacoholistico / www.ganeshanet

 

Querido Irmão de jornada,  se você gostou deste artigo e deseja saber mais sobre técnicas e terapias de cura, clique no livro abaixo: