Universo da Espiritualidade
xMudras para a saúdeMudras Para Atrair RiquezaMudras de ProteçãoMudras Conexão Divina
xManual de MudrasBotânica Medicinal e místicaProsperidade Através dos MantrA Natureza Contra a DepressãoLOJA
xPaz de EspíritoMeditação de Cura
xMantras de CuraMantras para a ProsperidadeMantras para Meditação
xTerapias HolísticasTerapias ChinesasEFTTécnica KarunaReiki
xCuraProteçãoPerdãoProsperidade
xSímbolos de ProteçãoSímbolos de CuraSímbolos de Prosperidade
xBotânica OcultaBotânica Medicinal
xCorpo mente e alma
xTerapias dos Chakras
Plantas>Botânica Medicinal>A PLANTA DO ALTO ASTRAL: ERVA DE SÃO JOÃO E O MILAGRE DO BOM SONO

A PLANTA DO ALTO ASTRAL: ERVA DE SÃO JOÃO E O MILAGRE DO BOM SONO

 

 


A Erva de São João é excelente para tratar depressões, quadros de nervosismo e inquietação.

A promessa é mais que tentadora: um tratamento natural capaz de aplacar os sinais leves e moderados da depressão, que arrasa o humor de cerca de 10 milhões de brasileiros.

 

Os defensores da erva de são joão (Hypericum perfaratum) se valem de estudos que comprovam os seus benefícios. Além disso, suspeita-se que a plantinha tenha menos efeitos colaterais do que drogas consagradas, como o famoso Prozac, o que ainda não foi comprovado.

 

Enquanto isso, ouvem-se histórias de gente que tomou as cápsulas da erva e, depois de algumas semanas, saiu espalhando para os amigos que o desânimo, a apatia e a angústia haviam desaparecido.

 

 

Não faz muito tempo que as atenções da ciência voltaram-se para as propriedades da erva de são joão, planta natural da Europa, da Ásia e do Norte da África que também é chamada de hipérico.

 

Utilizada durante séculos pela medicina popular como cicatrizante e antiinflamatório, a erva de são joão ganhou súbita fama no meio científico quando pesquisadores alemães publicaram os primeiros estudos sobre as suas propriedades antidepressivas há três anos.

 

Segundo uma pesquisa, da Universidade Ludwig-Maximilian, em Munique, 55% dos deprimidos melhoraram depois de tomar cápsulas da planta.

 

Compreendendo a Depressão

Não há um abismo entre a depressão leve ou moderada e a grave. Quem está deprimido merece cuidados e ponto. A necessidade de tratamento é idêntica. O que varia é o grau de incapacitação que a doença causa no paciente. Sem tratamento, os surtos depressivos podem durar de seis a oito meses.

 

Os indivíduos com depressão leve geralmente apresentam um ou dois sintomas, sem um prejuízo significativo para sua vida — mas, sem acompanhamento correto, seu quadro tende a se agravar.

 

Quando o mal é moderado, a incapacitação já é evidente. A pessoa começa a faltar ao trabalho, seu raciocínio fica lento e tem sintomas físicos não justificados. Nos estágios mais graves da doença, ela perde peso, sente uma melancolia permanente, fica irritada sem motivo e, volta e meia, pensa em morrer.

 

Desde os anos 60, quando os primeiros antidepressivos foram testados, pesquisadores do mundo todo buscam entender com mais precisão os mecanismos da doença. E também descobrir drogas menos agressivas ao organismo.

 

Química cerebral:

No cérebro deprimido, três neurotransmissores (a serotonina, a dopamina ou a noradrenalina) existem em quantidade insuficiente. “Sabemos que a erva-de-são-joão atua da mesma forma que os medicamentos inibidores de uma enzima cerebral, mas seus efeitos são mais suaves.

 

Essa enzima, a monoaminoxidase, é responsável justamente por ajudar um neurônio a captar o neurotransmissor liberado por outra célula do cérebro. Ao impedir a sua ação, remédios como a erva de são joão permitem que a química dentro da massa cinzenta seja reequilibrada.

 

A eficácia dos antidepressivos é semelhante comparados entre si, porém eles provocam efeitos colaterais. Os mais comuns são dor de cabeça, problemas gástricos, insônia e boca seca. Alguns podem causar ainda taquicardia ou pressão alta.


4 gotas da tintura é suficiente para algumas pessoas para uma boa noite de sono.

 

A verdadeira erva de são joão

Erva-de-são-joão verdadeira ou hipérico.

Nome científico: Hypericum perforatum

Origem: Europa

Características principais: Pode chegar a 1 metro de altura, mas em média tem 80 cm. As flores são amarelas É fitoterápico.

 

Nota: Este artigo refere-se terapias naturais e não tem a pretensão de substituir uma consulta médica. Depressão é uma doença séria.

 

Namastê!

Fonte: saudecompleta

 

Querido Irmão de Jornada, se você gostou desse artigo poderá gostar de nosso Manual de Botânica Oculta  e medicinal. Clique no livro abaixo.