Universo da Espiritualidade
xMudras para a saúdeMudras Para Atrair RiquezaMudras de ProteçãoMudras Conexão Divina
xManual de MudrasBotânica Medicinal e místicaProsperidade Através dos MantrA Natureza Contra a DepressãoLOJA
xPaz de EspíritoMeditação de Cura
xMantras de CuraMantras para a ProsperidadeMantras para Meditação
xTerapias HolísticasTerapias ChinesasEFTTécnica KarunaReiki
xCuraProteçãoPerdãoProsperidade
xSímbolos de ProteçãoSímbolos de CuraSímbolos de Prosperidade
xBotânica OcultaBotânica Medicinal
xCorpo mente e alma
xTerapias dos Chakras
Cura espiritual>Corpo mente e alma>CONHEÇA OS TRÊS NÍVEIS DE PERDÃO

CONHEÇA OS TRÊS NÍVEIS DE PERDÃO

 

“Aquele que é incapaz de perdoar é incapaz de amar”. (Martin Luther King)

 

 

 

O perdão precede a cura. O perdão é o elemento que vai abrir as portas das entranhas mais profundas do ser humano, para começar a reconciliar o subconsciente de forma intencional.

“Nós temos que perdoar aqueles que nos fizeram mal, não porque eles merecem, mas porque sentimos tanto amor por nós mesmos que não queremos continuar pagando por essas injustiças”. (Miguel Ruiz)

 

Três níveis de perdão: Para viver a experiência do perdão de forma integral, é necessário que se peça o perdão, receba o perdão e depois perdoe.

A maneira perfeita para integrar de forma hábil, mas sutil, permeando os três aspectos são as afirmações. Faça estas afirmações diariamente em voz alta, sentindo verdade e emoção.

 

Peça perdão:

“Eu sinceramente peço perdão por tudo que fiz, pensei e senti que produziu qualquer forma de desarmonia, dor ou sofrimento na vida de qualquer pessoa, e na minha própria vida”.

 

Receba o perdão:

“Eu recebo este perdão profunda e completamente, e libero neste momento todo sentimento de culpa”.

 

Perdoe:

“Da mesma forma que eu recebo este perdão em minha vida, eu decido perdoar profunda e completamente todas as pessoas que me causaram dor e sofrimento. Eu perdôo todas as pessoas que me desvalorizaram. Eu perdôo meu pai e minha mãe por tudo que eles fizeram e que de alguma forma produziram desarmonia, dor e sofrimento em minha vida. Cada censura, cada alteração de voz, cada crítica, cada atitude sem amor, eu perdôo.

Eu me perdôo completamente, por todas as atitudes e escolhas erradas que fiz. Como todo ser humano, eu reconheço que estou sujeito a falhas, por isso, como qualquer pessoa, eu também mereço receber o perdão. Neste momento eu recebo este perdão e libero toda culpa e ressentimento do meu ser”.

 

“Não podemos desfazer os pecados, só perdoar” (Igor Stravinsk)

 

Ester de Susan. Aloha!

Fonte Pesquisada: Livro PHILADELPHIA - Jodel Goldsmith