Universo da Espiritualidade
xMudras para a saúdeMudras Para Atrair RiquezaMudras de ProteçãoMudras Conexão Divina
xManual de MudrasBotânica Medicinal e místicaProsperidade Através dos MantrA Natureza Contra a DepressãoLOJA
xPaz de EspíritoMeditação de Cura
xMantras de CuraMantras para a ProsperidadeMantras para Meditação
xTerapias HolísticasTerapias ChinesasEFTTécnica KarunaReiki
xCuraProteçãoPerdãoProsperidade
xSímbolos de ProteçãoSímbolos de CuraSímbolos de Prosperidade
xBotânica OcultaBotânica Medicinal
xCorpo mente e alma
xTerapias dos Chakras
Plantas>Botânica Medicinal>MANJERICÃO SANTO REMOVE FLÚOR DA ÁGUA E BENEFICIA A GLÂNDULA PINEAL

MANJERICÃO SANTO REMOVE FLÚOR DA ÁGUA E BENEFICIA A GLÂNDULA PINEAL

MANJERICÃO SANTO REMOVE FLÚOR DA ÁGUA E BENEFICIA A GLÂNDULA PINEAL

 

Uma planta chamada Tulasi, ou Manjericão Santo (Ocimum tenuiflorum), que cresce por toda a Índia pode ser apenas outra resposta para retirar o flúor da água em países pobres em todo o mundo. Cientistas da Universidade de Rajasthan descobriram que o Tulasi pode substituir algumas das alternativas mais caras para a remoção de flúor.

 



Os investigadores conduziram o experimento em uma aldeia de Narketpally, imergindo 75 mg de folhas de manjericão santo em 100ml de água que tinha mais de 7 partes de flúor por milhão de água. Após a imersão das folhas em água durante apenas 8 horas, o flúor foi reduzido para apenas 1,1 partes por milhão. A Organização Mundial de Saúde diz que os níveis "seguros" de flúor na água não são mais do que uma parte por milhão.

 

 

 



Com a recente admissão da Universidade de Harvard que o flúor é ruim para a saúde, e as notícias continuadamente apontam para o flúor sendo responsável por esgotar a capacidade do cérebro causando déficit de atenção, ou mesmo calcificando a glândula pineal, (que inibe importantes secreções hormonais como a melatonina e serotonina, e DMT), é uma notícia maravilhosa de que um remédio tão simples foi encontrado.

 



Alguns perigos do flúor

Como mencionado, o flúor tem sido associado a diversas consequências para a saúde, e por uma boa razão: é tóxico.

Um estudo de Harvard explica: "As crianças em áreas de alta quantidade de flúor tinham significativamente menor QI do que aqueles que viviam em áreas  de baixa quantidade de flúor".

 

 



A EPA teve declarações semelhantes, demonstrando como o flúor apresenta "evidência de neurotoxicidade de desenvolvimento" e pode danificar os bebês em gestação. "O flúor atravessa facilmente a placenta. A exposição ao flúor para o cérebro em desenvolvimento, que é muito mais suscetível a danos causados por substâncias tóxicas do que o cérebro maduro, pode, eventualmente, levar a danos de natureza permanente".

 



Um documento intitulado Fluride - A Modern Toxic Waste diz o seguinte: documentos de uma pesquisa mostram que o flúor aumenta a taxa de crescimento do tumor [de câncer] em 25% em apenas 1 ppm, produz tumores melanóticos, transforma células normais em células cancerosas e aumenta a carcinogênese de outros produtos químicos.

 



Foi mostrado em 1977 que a fluoretação da água provoca cerca de 10.000 mortes por câncer em estudos epidemiológicos por Dr. Dean Burk, o ex-chefe da Seção de citoquímica no Instituto Nacional do Câncer e Yiamouyiannis.



Para os países pobres, o uso de Tulasi para a purificação de água é o ideal, mas também para as nações "civilizadas" que colocam flúor na água potável, para começar. Talvez possamos ignorar os filtros de água mais caros e usar a natureza em seu lugar.

 



Se pudermos remover o cloro, pesticidas e outros resíduos tóxicos, com uma planta, isso seria precioso!

 

Namastê!

Nina Greguer

Fonte: Activist Post

 

Querido Irmão de Jornada, se você gostou desse artigo, poderá gostar de nosso Manual Completo sobre Botânica Oculta e Medicinal! Clique no livro abaixo: