Universo da Espiritualidade
xMudras para a saúdeMudras Para Atrair RiquezaMudras de ProteçãoMudras Conexão Divina
xManual de MudrasBotânica Medicinal e místicaProsperidade Através dos MantrA Natureza Contra a DepressãoLOJA
xPaz de EspíritoMeditação de Cura
xMantras de CuraMantras para a ProsperidadeMantras para Meditação
xTerapias HolísticasTerapias ChinesasEFTTécnica KarunaReiki
xCuraProteçãoPerdãoProsperidade
xSímbolos de ProteçãoSímbolos de CuraSímbolos de Prosperidade
xBotânica OcultaBotânica Medicinal
xCorpo mente e alma
xTerapias dos Chakras
Cura espiritual>Corpo mente e alma>MÃOS QUE CURAM: CONHEÇA 3 TÉCNICAS DE ATIVAÇÃO DOS CHAKRAS DAS MÃOS-

MÃOS QUE CURAM: CONHEÇA 3 TÉCNICAS DE ATIVAÇÃO DOS CHAKRAS DAS MÃOS-

 

Bem mais fácil que aprender a ler, tão natural quanto abraçar aqueles que amamos, curar é provavelmente a habilidade mais fácil de se aprender na vida.

 

A terapia de cura possibilitará às pessoas aliviarem uma tremenda carga de dores e sofrimentos de familiares e amigos, além de promover a autocura.

 

 

 

 

ATIVAÇÃO DOS CHAKRAS DAS MÃOS

 

TÉCNICA Nº 1:

Há várias formas de ativar os chakras das mãos. O método mais simples é esfregar uma palma na outra para criar calor, o que abrirá os chakras. Depois de esfregar as palmas de forma vigorosa, separe suas mãos e então aproxime (mas sem encostar uma na outra) e, mais uma vez, afaste-as. Faça isso até que possa sentir uma bola de energia em suas mãos. Tente fazer isso com os olhos fechados e abra quando sentir a energia. Você pode se surpreender com o tamanho que a bola de energia pode alcançar. Sentir essa energia pode requerer um pouco de prática, mas seja persistente.

 

 

                                                                             

 

 

TÉCNICA Nº 2:

Outro método para abrir os chakras das mãos é manter os dois braços esticados à sua frente, com os dedos também esticados. Uma palma deve ficar virada para o chão e a outra, para o teto. Feche os punhos e então abra e feche os punhos novamente, com rapidez pelo máximo de tempo que puder. Volte a deixar as duas mãos abertas, inverta as palmas e repita o processo. Depois de abrir e fechar as mãos deixe-as na posição de oração, em frente ao peito com as palmas um pouco afastadas. (Mudra do Eu Interior)

 

 

 

 

TÉCNICA Nº 3:

Um terceiro método para ativar os chakras é sentar-se com as suas mãos no colo, com as palmas viradas para cima. Feche seus olhos e visualize espirais nas duas palmas. À medida que eles se tornam mais claros em sua mente veja-os rodarem até que você possa sentir um fluxo estável de energia espiralando através de suas palmas. Suas mãos podem ficar quentes e formigar.

 

 

 

 

 

Obs.: É fundamental usar as técnicas de respiração 100% do tempo, tanto na ativação dos chakras, quanto nas sessões de cura.

 

 

TÉCNICA DA RESPIRAÇÃO 2-6.

Essa é uma técnica bastante poderosa para aumentar a energia durante as sessões de cura. O nome já diz tudo: contagem até 2 para inspiração e até 6 para expiração.

 

 

REALIZANDO AS PRIMEIRAS CURAS

Ao encontrar alguém que esteja sofrendo de dores, pergunte onde é exatamente o local da dor. Coloque então as mãos já energizadas, exatamente onde a pessoa afirma que dói, ou em ambos os lados, como se estivesse fazendo um “sanduíche”. Ao fazer o sanduíche entre as mãos na área dolorida, você estará criando um forte campo de ressonância, que permitirá aos tecidos doentes, alterarem a vibração e curarem a si próprios.

 

 

           

 

 

DESATIVAÇÃO

Para desativar os chakras das mãos, visualize-os como flores. Os chakras são tradicionalmente retratados como flores de lótus. Feche lentamente os dedos em sua palma. Com pétalas se fechandoe mantendo a fragrância da flor, os chakras pararão de girar e o corpo reterá a energia.

 

 

 

 

“Quero viver em um mundo onde a cura seja considerada real; onde a cura seja universalmente praticada e onde a humanidade e a natureza possam expressar-se.” (Richard Gordon)

 

Com muito amor,

Nina Greguer

 
Fonte: Adaptação dos Livros, Toque Quântico – Richard Gordon e A Mudanças na Palma da Mão – Sandra Kynes.