Universo da Espiritualidade
xMudras para a saúdeMudras Para Atrair RiquezaMudras de ProteçãoMudras Conexão Divina
xManual de MudrasBotânica Medicinal e místicaProsperidade Através dos MantrA Natureza Contra a DepressãoLOJA
xPaz de EspíritoMeditação de Cura
xMantras de CuraMantras para a ProsperidadeMantras para Meditação
xTerapias HolísticasTerapias ChinesasEFTTécnica KarunaReiki
xCuraProteçãoPerdãoProsperidade
xSímbolos de ProteçãoSímbolos de CuraSímbolos de Prosperidade
xBotânica OcultaBotânica Medicinal
xCorpo mente e alma
xTerapias dos Chakras
Plantas>Botânica Medicinal>TINTURAS DE ERVAS: ALIVIAM CANSAÇO, TENSÃO E OUTROS MALES DO CORPO E DA ALMA

TINTURAS DE ERVAS: ALIVIAM CANSAÇO, TENSÃO E OUTROS MALES DO CORPO E DA ALMA

TINTURAS DE ERVAS: ALIVIAM CANSAÇO, TENSÃO E OUTROS MALES DO CORPO E DA ALMA

 

Desfrute do poder das plantas usando tinturas feitas em casa. Em banhos, compressas e escalda-pés, essas poções são fáceis de fazer e trazem bem-estar.

 

A simples mistura de ervas medicinais com álcool de cereais resulta em líquidos de vários tons de verde, que conservam as propriedades curativas das plantas e trazem alívio para males diversos.

 


 

PARA DORES E EMOÇÕES

As tinturas podem ser feitas em casa ou compradas em farmácias de homeopatia. Observar a procedência e o prazo de validade são as garantias para aproveitar todos os seus benefícios.

 

Elas podem ser friccionadas sobre a pele ou adicionadas à água de gargarejos, banhos, compressas e escalda-pés.

 

Veja abaixo o preparo da tintura passo-a- passo.


As ervas colhidas no período da lua cheia têm suas propriedades curativas intensificadas. Em geral, as plantas medicinais só precisam de muito sol para se desenvolver e não requerem cuidados especiais de cultivo.

 

Você precisa de uma garrafa de vidro escuro (300 ml), álcool de cereais, etiqueta, caneca e a planta.

 

Desfolhe uma quantidade de erva fresca equivalente a um copo e coloque na garrafa sem acrescentar água. Se for erva seca, basta meio copo de folhas maceradas e umedecidas com meio copo de água.

 

Adicione o álcool, mas sem encher até a borda da garrafa, deixando um espaço livre.

 

Coloque etiquetas nos frascos e escreva nelas o nome da planta e a data. O prazo de validade é um ano.

 

Deixe descansar durante um mês em local escuro e não muito quente. Depois, filtre o líquido, transferindo-o para outro frasco, igualmente de vidro escuro. Escolha a tintura certa.

 

 

Abaixo você descobre qual tintura é mais adequada para algumas dores ou estados emocionais.

 

Elas podem ser adicionadas à água do banho de imersão na proporção de 1 colher de sopa de tintura para 1 litro de água pura ou jogadas no corpo depois do banho normal, na mesma proporção.

 

Para compressas frias, derrame um pouco sobre uma toalha e aplique na região que deseja aliviar.

 

Para compressas quentes, dissolva 1 colher de sopa de tintura para cada litro de água aquecida.
Em gargarejos, use 5 gotas de tintura para meio copo de água.

 

Para escalda-pés, a proporção ideal é 5 litros de água quente (até a altura da canela) para 5 colheres de sopa de tintura. Deixe os pés mergulhados por quinze minutos.

 


Tintura de alecrim (Rosmarinus officinalis): Tem ação estimulante. No banho de imersão, após o banho de chuveiro ou em massagens nos braços e nas pernas, ajuda a ativar a circulação.

 

Tintura de manjericão (Ocimum officinalis): Em massagens, alivia cansaço nas pernas e, em compressas ou banhos, é estimulante.

 

Tintura de alfazema (Lavandula officinalis): Tem ação calmante. Para dores abdominais, recomendam-se compressas quentes. Para dores de cabeça, use compressas frias na testa. Adicionada ao banho de assento, alivia cólicas menstruais.

 

Tintura de arruda (Ruta graveolens): Ótima para banhos de limpeza energética. Também é eficiente contra piolhos e pulgas na escovação de cães e gatos. Cuidado: nunca tome sol depois da aplicação da tintura de arruda, pois pode manchar a pele.

 

Tintura de calêndula (Calendula officinalis), de camomila (Matricaria chamomilla) e de erva-doce (Pimpinella anisum): São antiinflamatórias e suavizam a pele. A erva-doce é indicada para acne juvenil.

 

Tintura de chapéu-de-couro (Echinodorus macrophyllus) e de sálvia (Salvia officinalis): De efeito poderoso, são usadas para a limpeza
energética. A de sálvia serve ainda para gargarejos, curando feridinhas na boca e dor de garganta.

 

Tintura de guaco (Mikania glomerata): tem efeito expectorante.

 

Tintura de erva-cidreira (Melissa officinalis): Boa contra nervosismo e ansiedade. Não confundir com capim-cidreira.

 

Tintura de malva-cheirosa (Pelargonium graveolens): Em forma de banhos quentes, restaura o equilíbrio. Serve tanto para estados de excitação quanto de depressão. Também é eficiente em gargarejos para dores de garganta ou feridas na boca. Não confundir com malva-silvestre.

 

Tintura de hortelã: (Menta piperita): Usada em banhos frios, alivia coceiras. Em compressas quentes e inalações, é útil para gripes e
resfriados. Proporciona ainda clareza mental e ajuda a digestão.

 

Tintura de mil-em-ramas (Achillea millefolium): É analgésica e antitérmica. Em compressas quentes, é boa para dores articulares e
musculares. Em compressa fria, na testa, é antídoto para o cansaço mental.

 

Namastê!

Nina Greguer

Fonte: astrologiaetarot